Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alerta Amarelo

Uma recordação, um desafio, uma escrita entre duas margens...mesmo chovendo, também faz sol.

Alerta Amarelo

Uma recordação, um desafio, uma escrita entre duas margens...mesmo chovendo, também faz sol.

Aquele Abraço

Podemos não falar durante o ano todo (exagerado) mas a verdade é que neste dia, não falho. Sendo assim, aqui estou eu mais uma vez para um pouco de conversa da treta.


- Ainda gozas com o pessoal ao decretares Feriado Nacional para o dia de hoje?
- E aquela mania de te vestires de azul escuro?...agora já não sei se és tu que tens essa mania ou era o teu Pai?
- E neste dia, continuas a guardar um jornal ou revista com a data de hoje? Quem vai oferecer? Já deves ter uma colecção enorme a precisar de um espaço apropriado.


Bom, pormenores, dirás tu, mas a verdade é que chega este dia e recordo-me de cenas que não passam pela cabeça noutros dias. Faz hoje anos que fizeste um bolo…e por razões que nem tu conheces (pois eras perito), já na fase de o tirar da forma (estaria muito quente…a forma?) deixaste-o cair.


Disfarçaste tudo aquilo sem dar “cavaco ás tropas” reconstruindo o bolo no prato e colocando uma cobertura (já não me recordo de quê). Entraste na sala com aquele ar de Chefe…”pessoal, este ano tenho uma surpresa para um de vocês. O bolo tem um presente…e a quem sair, ganha um jantar pago por mim”.
O bolo foi todo, mas o presente…não saiu a ninguém. Cá para mim…fizeste batota.


Antigamente eram os postais, hoje são as sms…não tenho saldo no telemóvel (o que já não te admira) e achei por bem, sentar-me um pouco em frente ao computador (onde está a tecla….) e mandar este mail. Desculpa lá se por aqui residir algum erro, mas a esta hora do dia elaborar uma mensagem não é coisa muito fácil. Adiante.


- Como tens andado? E essa saúde? Claro que a partir de uma certa idade (risos) o pessoal só quer que a máquina funcione bem e as análises estejam dentro dos limites…danos colaterais de um passado de algumas asneiras, exageros e algumas necessidades, mas, o que interessa, é mesmo que mais uma vez, estou aqui para mandar aquele abraço, que espero, se repita por muitos e bons.


Continuas um intolerante (tenho óptimas fontes informativas), casmurro (e eu que o diga) e outras coisas que a minha memória se recusa a relembrar (só entre nós, claro), mas, continuas a ser também o lado A da música que não me importo de ouvir , ouvir, ouvir e nunca me cansar.
Não mudas mesmo nada (Há coisas que não gosto mesmo de mudar. É como os sapatos velhos, dão sempre melhor andar) e, dificilmente te arrependerás do que já fizeste até aqui (arrependo-me do que não fiz e não do que fiz).

 

Por estas e por outras (dizemos muitas vezes) é que ainda hoje adio a minha hora de ir para a cama (…já vou, já vou) para mandar “Aquele” abraço, por mais este aniversário.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Calendário

Março 2016

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D